Como fazer iogurte caseiro

Vocês já devem estar carecas de saber que eu torço o nariz para a maioria dos iogurtes do supermercado, e por isso prefiro fazer o meu em casa. Vivo publicado fotos dos meus iogurtes, toda orgulhosa, porque realmente acredito que eles são melhores que os produtos mais famosos da categoria. Eis alguns motivos pra eu pensar assim:

  • Quase todos os iogurtes do supermercado já vêm adoçados, padronizando o paladar de toda uma população consumidora para uma quantidade de açúcar que eu considero exagerada. Sim, eles geralmente são muito doces, e eu acho que o melhor lugar para o açúcar é a sobremesa.
  • Os iogurtes com sabor de frutas do supermercado não são feitos com fruta natural. As frutas são processadas e transformadas em polpa, o que já tira da fruta parte do sabor, do aroma e da cor. Eu quero comer a fruta inteira, fresca, deliciosa, com tudo que ela tem quando sai do pé.
  • Pra compensar a perda de sabor, aroma e cor da fruta, a indústria acrescenta aos iogurtes aditivos como aromatizantes e corantes, que são substâncias nas quais eu não confio. A maioria dos iogurtes cor de rosa (que se dizem sabor morango ou frutas vermelhas) têm um corante chamado carmim cochonilha, que é feito de um inseto triturado. Outros têm corantes artificiais, como vermelho poinceau e outros nomes difíceis de pronunciar. Eu prefiro que meu iogurte tenha a cor da fruta fresca misturada ao branco do leite. Então, em vez de comprar iogurte colorido artificialmente, prefiro misturar meu iogurte caseiro com fruta de verdade, como já mostrei neste vídeo.

Vivem me pedindo a receita do iogurte caseiro, por isso resolvi fazer este post. Há alguns jeitos diferentes de fazer. Por exemplo, há quem faça com fermento lácteo em pó ou kefir. Vou ensinar como eu faço hoje, de acordo com as dicas que encontrei na internet e com minha família. É bem fácil, mas eu já errei algumas vezes. É preciso atentar para alguns detalhes.

Você vai precisar de dois ingredientes apenas: 1) leite e 2) iogurte natural. Simples, né? Mas é preciso saber escolher esses dois ingredientes.

Leite: Eu só uso leite tipo A integral, que é fresco e fica na geladeira do supermercado ou da padaria, porque ele me parece mais confiável do que o leite de caixinha, como já expliquei neste outro vídeo. O da foto é semidesnatado, mas o integral funciona melhor. O leite de caixinha (UHT) tem mais chance de ser fraudado, entre outros problemas, então prefiro não arriscar. Se você não sabe onde encontrar leite tipo A, procure um fornecedor de alimentos orgânicos ou lojas de produtos naturais, que costumam ter mais contato com alimentos mais frescos. Se não encontrar, vá de leite B, desde que ele também seja fresco e esteja na geladeira. Se você só encontrar leite UHT… O jeito é usar esse mesmo, né?

leite A

Iogurte natural: Não se baseie pela “cara” da embalagem, porque já vi iogurte se passando por natural sem ser. Verifique a lista de ingredientes. O iogurte natural é feito apenas de leite e fermento lácteo. Alguns terão leite reconstituído na composição, mas ainda vale. Se tiver qualquer tipo de espessante, gelatina, açúcar ou qualquer coisa que não seja leite nem fermento lácteo, não é iogurte natural e não serve pra fazer iogurte caseiro.

Fermento lácteo é um conjunto de bactérias “do bem” que se alimentam da lactose, o açúcar natural do leite, e fazem a fermentação, que dá energia para elas. A fermentação bacteriana é o que transforma o leite em iogurte, que nesse estado natural, sem corantes nem açúcar em excesso, é um alimento muito benéfico.

20140907_131202

iogurte natural falso com x

Muito bem. Com esses dois ingredientes em mãos, devidamente armazenados em geladeira, podemos começar a preparar o iogurte caseiro. O melhor horário pra fazer iogurte é o fim do dia, porque você prepara tudo e ele se faz sozinho durante a noite. Ao amanhecer, está pronto.

  • Primeiro, ferva o leite. Há quem diga que basta aquecer, mas minha tia insiste na fervura, então ultimamente tenho seguido a dica dela. Cuidado pra não derramar, hein? Fique de olho na temperatura. Quando a superfície do leite na leiteira começar a se mexer, permaneça de plantão ao lado do fogão. Logo o leite formará uma espuma que irá subir, e ela sobe rápido, se o fogo estiver alto. Começou a subir, desligue o fogo.
  • Deixe o leite esfriar bastante, até ficar morno, mas não deixe ficar frio. A medida caseira de temperatura a gente vê assim: com as mãos bem lavadas, depois de uns 10 minutos após a fervura, enfie um dedo inteiro no leite fervido pra sentir o quanto está quente. Se der pra aguentar com o dedo aí por 10 segundos, sem queimar, mas ainda quentinho, está no ponto. Se queimar antes de 10 segundos, espere esfriar mais um pouco.
  • Despeje o leite morno numa vasilha de vidro bem limpa, preferencialmente com tampa, que caiba na geladeira. Se não for um vidro com tampa, pode ser uma vasilha redonda que você possa cobrir com um prato, ou de outro formato que você cubra com plástico-filme.
  • Abra o copinho de iogurte natural e misture ao leite morno. Para um litro de leite, meio copo de iogurte natural basta.
  • Cubra a vasilha e coloque-a em algum lugar quentinho, protegido do vento. Pode ser dentro do forno desligado, e até do microondas, também desligado. Deixe-a lá até o dia seguinte, ou por pelo menos 8 horas.

O resultado deve ser algo parecido com isto:

20140708_084524

 

20131020_204423

Ou, melhor ainda, isto:

20140614_082757

Se o seu iogurte amanheceu assim, bem firme, é sinal de que as bactérias lácteas encontraram o ambiente ideal para a fermentação e fizeram a festa durante a noite. Isso é basicamente a multiplicação do iogurte que você comprou pronto. Se ele amanheceu muito líquido, algo não estava bom pra elas. Talvez o leite estivesse quente demais, ou quente de menos. Ou então o fermento do iogurte que você comprou não era bom, e aí vale trocar a marca. Com a prática a gente descobre o jeito certo.

clique para contribuir

O próximo passo é escolher os melhores complementos para os seu iogurte caseiro. Eu gosto muito de acrescentar minha granola caseira. Mas também improviso com misturas mais simples, como aveia e linhaça, ou só mel, ou frutas picadas com aveia. Acho que a mistura mais diferente que já fiz foi com nibs de cacau (amêndoas de cacau bem picadinhas) e coco ralado. Ficou crocante! Ah, e ainda dá pra levar o iogurte caseiro ao freezer pra fazer frozen yogurt! Fica show!

iogurte com frutas iogurte caseiro com cacau

Quando seu iogurte estiver acabando, reserve uma pequena quantidade (a equivalente a meio copo) para fazer uma nova receita. Repita o processo, usando o seu iogurte em vez do industrializado. A cada receita, o iogurte vai ficando mais ácido. Quando ficar ácido demais, você come a receita toda e começa tudo de novo.

Gostou deste post? Curta e compartilhe!

Obrigada por vir, e até o próximo.

Conheça os vídeos do canal no YouTube! Eis um trailer:

 

Anúncios

64 comentários sobre “Como fazer iogurte caseiro

  1. Pode fazer com leite sem lactose, sem problemas. Os lactobacilos não processam diretamente a lactose, antes disso eles quebram a molécula em duas menores: glicose e galactose. Essas é que são processadas e vão formar o ácido lático, que dá sabor e consistência ao iogurte. Leite sem lactose nada mais é do que leite comum no qual, ao final do processo de produção, acrescenta-se uma enzima chamada lactase, cujo propósito é justamente quebrar a lactose em glicose e galactose. No leite sem lactose, portanto, parte do “trabalho” dos lactobacilos já estará pronto.

    Curtir

  2. Eu fiz e ficou maravilhoso ! Segui a fica de um dos posts acima e ficou incrível, pena q não rende muito (p grego) !

    Curtir

  3. Não vai funcionar com leite sem lactose, a bactéria do fermento precisa da lactose para fermentar. Não vai virar iogurte. Você intolerante à lactose pode comer iogurte e queijos maturados sem medo 😉
    E esse leite tipo A pasteurizado de saquinho não tem nada de menor chance de fraude. Fraude o próprio produtor e transportador do leite pode fazer adicionando água (principal fraude praticada, e não é água filtrada não, tá?) ou qualquer outra substância pra aumentar o volume que vai vender. Além de que, a mesma indústria que faz o de caixinha, faz o de saquinho, se seu pensamento é só da fraude na indústria, por que eles fraudariam um e não fraudariam o outro?
    E leite reconstituído nada mais é do que leite em pó reconstituído com água, igual se faz em casa, pra ficar fluido de novo 😉

    Curtir

Comente

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s